FacebookPixel
Voltar \ Cada casa é um Ser e este ser é o Girassol.

Cada casa é um Ser e este ser é o Girassol.

06 jul 2021
Cada casa é um Ser e este ser é o Girassol.
Os nossos Seres
Sempre à procura da luz e do calor, o girassol direciona-se para onde se pode nutrir mais. É o caso de um terreno plano de 710m2 no Chão da Ribeira, Seixal, com árvores de fruto plantadas e possibilidade de outras culturas, bem como da construção do seu palheiro ideal. Longe da confusão e perto do que importa.

Assim como quem procura um lugar onde possa plantar, cultivar e construir um porto seguro, longe da confusão e perto do que importa.

Este é o caso de um terreno plano de 710m2 no Chão da Ribeira, Seixal, com entrada para viatura e dois poios (socalcos).

Já existem plantadas árvores de fruto, e o terreno está todo murado, com uma zona destinada à construção de um palheiro já devidamente licenciado e autorizado pela Câmara Municipal do Porto Moniz.

Prontamente à sua espera.

 

 

 Este Ser é ideal para:

- clientes que procurem um espaço para construir a sua casa de sonho de retiro e/ou férias. 
 

Como todos os seres têm defeitos, este Ser também tem.
Não tem, ainda, palheiro nem girassóis. Porém, é uma questão de semear e construir. 

 

Todos precisamos de um poiso, verdade? Este pode Ser o seu.

 
Veja Também
  • Cada casa é um Ser e este Ser é o Cacto. 29 jun 2021
    Os nossos Seres
    Cada casa é um Ser e este Ser é o Cacto.
    Cada casa é um Ser e este ser é o Cacto. Esteticamente agradável e extremamente adaptável, é como este terreno nos Prazeres, Calheta, de 112m2 e com um palheiro em pedra parcialmente terminado. As (...)
  • Cada casa é um Ser e este Ser é a Libelinha. 08 jul 2021
    Os nossos Seres
    Cada casa é um Ser e este Ser é a Libelinha.
    A libelinha (ou libélula, seu nome oficial) é um inseto alado que é tão maravilhoso quanto soa.  Com o seu campo visual a 360º, privilegia as paisagens mais bonitas, os lugares mais esplendorosos (...)
  • Ler, porque não? 15 jun 2021
    Notícias
    Ler, porque não?
    Quem me conhece, bem sabe que este foi um hábito que adquiri há pouco tempo. Hoje, faço-o de forma consistente e intensa. Antes disso, embora o fizesse com alguma frequência, não era com (...)